14/04/2015

Reformados e inválidos, uns e outros

 

Com 46 anos, Paulo Teixeira Pinto reformou-se após ser considerado"inapto" por uma Junta Médica da Segurança Social, saindo do BCP com uma indemnização de 10 milhões de euros e com o compromisso de receber, até final de vida, uma pensão anual equivalente a 500 mil
euros.
Actualmente é dono do grupo editorial Babel.
É ainda presidente da Direcção da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros, Presidente do Conselho Fiscal do Nova fórum e da Sociedade Central de Cervejas e Bebidas, Vice-presidente da Assembleia-Geral do Tagus Park, Membro do Conselho Geral do GRUPO LENA, Consultor jurídico na Abreu Advogados, Membro do Conselho de Orientação Estratégica da Universidade Católica Portuguesa e dos Conselhos Consultivos da Universidade de Lisboa e do Plano Tecnológico.

E FOI CONSIDERADO INAPTO!
OLHA SE NÃO FOSSE…?

 

 

 

 

Sem comentários: