24/04/2015

Câmara de Oeiras diz que plano para a Cruz Quebrada não aumenta risco de cheias

Isso das inundações, etc, etc, é tudo pra os técnicos, mas reparem neste pequeno pormenor da notícia:

 

“pesar das objecções inicialmente levantadas por organismos como a Protecção Civil e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, o plano acabou por obter parecer favorável de 23 entidades "em sede de consertação". “

 

23 entidades?  Não são muitas?

Sem comentários: