05/05/2015

Cavaco Silva - não dá uma


Na sua viagem de ida para mais uma passeata para a Noruega, vai daí e desata a falar sobre o que não sabe. E...
""A verdade é que o Presidente estava mesmo animado e, vai daí, resolveu dar uma de simpatia para com os jornalistas que o acompanhavam e disse-lhes que a lei eleitoral é “anacrónica” e que se ele pudesse a mudava como fez quando era primeiro-ministro com a lei da reforma agrária. Disse também que a culpa é da CNE porque mudou a interpretação dessa lei quanto à cobertura jornalística das campanhas e não o avisou de que a lei é anacrónica.

Azar dos Távoras! o Presidente não se saíu bem. É que porta-voz da CNE veio logo rejeitar a classificação de “anacrónica”e negar que a CNE tenha mudado a interpretação dessa lei, explicando ao Presidente, com ar de quem desculpa um ignorante, que há “muita confusão” e “tensão” e que depois dessa lei foi aprovada a lei eleitoral da ALAçores que manteve os mesmos princípios sobre a cobertura jornalística.

Esperemos agora que no voo de regresso o Presidente diga mais coisas sobre os mesmos ou outros assuntos. Um Presidente que fala, mesmo que diga asneiras, é preferível a um Presidente que se cala.""

Sem comentários: