15/12/2014

Justiça - deixa prescrever?

Porquê?
Agora vão receber ao "Totta" !

Nuno Guerreiro é um dos dois principais arguidos da investigação ‘SOS Pharmacias’. O processo, desencadeado pela Polícia Judiciária e pela Autoridade Geral Tributária há mais de dois anos, detetou uma megafraude avaliada em cerca de cem milhões de euros, cometida através da compra de farmácias, mas que está em risco de prescrever até fim deste mês.
“As coisas começaram a correr mal, os medicamentos baixaram muito, houve credores que cobraram milhões e foi isso. Não tenho dinheiro em offshores, nunca tive. Investi e perdi. Deixaram-me solto porque pensavam que ia atrás do dinheiro. Podem continuar à espera. Sentados. Não o tenho”.

Sem comentários: