24/02/2015

Justiça - mais uns dados negativos

“”A lista de críticas da auditoria é longa e aponta para uma profunda desorganização no funcionamento do DCIAP. Segundo o Público, os auditores apontam para que alguns polícias destacados para coadjuvar os magistrados o tenham sido com base no conhecimento pessoal e amizade, apontando também para gastos avultados que incluem o pagamento de multas por excesso de velocidade aos motoristas do departamento e a distribuição de inquéritos sem qualquer critério.””

1 comentário:

Lacão disse...

Ui, se é isto que temos a apontar à justiça então estamos muito bem. A mim o que me preocupa são os Socrates, os Paulos Campos, Isaltinos, os Dias Loureireiros...isso sim é que seria mau se a auditoria apontasse