15/08/2017

JUSTIÇA - mas que justiça é esta?



Não é preciso acompanhar em particular estas situações para se perceber que esta Justiça anda mesmo pelas ruas da amargura.
Infelizmente não são casos únicos em situações de eleições, mas...
Ora aqui é que está uma parte do mas onde encontra esta Justiça.
Um diz que não, é levantado um  inquérito, daqueles, muitos, que nunca se vem a saber o seu resultado e as implicações para os inquiridos.
Muda-se o juiz, mudam-se as decisões.
Mas então de que foi a culpa?
Do primeiro juiz?
Do  segundo juiz?
Da lei?
Da sua interpretação?
Das amizades e dos compadrios entre amigos, familiares e políticos?
Seja do que for e porque foi, cada vez, acreditamos menos e menos naquilo que dizem ser a Justiça

Sem comentários: