20/01/2015

Viagem de Sócrates a Camões e ao CM

Ontem o advogado de José Sócrates deu uma entrevista à SIC - até agora, só vimos uma pequena passagem, mas deu para perceber que  as palavras do advogado e ditas por quem é, são muito graves para a nossa Justiça.
Pensamos nós.
Ficou-se a saber que os "bufos" para os jornais, não devem ser o porteiro ou a senhora da limpeza daqueles departamentos da Justiça.
Será que vai haver mais um inquérito, mais alguém chamado à Justiça para declarar o que sabe, como soube e por quem?
Não acreditamos que tal aconteça, porque na verdade o que está a acontecer é tão grave que deve merecer o agravo de todos os que pensavam que "ainda" acreditavam na Justiça.
Neste país há quintas cujos "donos" as cercam com muros e vedações tão altas que nem com drones se consegue saber o que por lá por dentro se passa.
A Justiça é um bem do Estado e o estado é pertença da Nação, de todos. Em Portugal deveria ser pertença de todos os portugueses, mas parece não ser.
A Justiça tem que demonstrar que isso não é verdade e não o tem feito, antes pelo contrário.

Sem comentários: